Informações Importantes

 

Contra-indicações

Podem flutuar pessoas de todas as idades, embora os mais novos devam flutuar com a supervisão de um adulto. As contra-indicações são as seguintes:

  • Não é possível flutuar durante o período menstrual;
  • Não é aconselhável flutuar imediatamente após a depilação, pois pode causar desconforto na pele sensibilizada, prejudicando a sua experiência de flutuação. Pelo mesmo motivo não deverão flutuar pessoas que tenham feridas recentes;
  • Não podem flutuar pessoas com esquizofrenia ou doenças mentais graves, podendo apenas flutuar com supervisão os doentes epilépticos;
  • Não devem flutuar pessoas com problemas de pele graves;
  • É também desaconselhável a flutuação para pessoas com hipertensão grave;
  • Não é permitido flutuar sob o efeito de álcool.

 


Sal Epsom

O Sal Epsom é composto por sulfato de magnésio, combinado com carbono e oxigénio, que lhe confere várias propriedades terapêuticas, ao contrário do sal comum que contém cloreto de sódio, sendo por isso prejudicial para a saúde.

Além de revitalizar e rejuvenescer a pele, o Sal Epsom estimula a circulação sanguínea, e é benéfico para as articulações. (ver mais)


Ondas Theta

A flutuação como um atalho para a meditação! 

A actividade eléctrica do cérebro pode ser medida em escalas de frequência e observadas através de um exame EEG (electroencefalograma). As oscilações desta actividade podem ser diferenciadas segundo 4 escalas de frequência. (ver mais)


As origens da Flutuação

Portugal conheceu a terapia de flutuação em 2008, com o Float in, mas as origens desta terapia remontam aos Estados Unidos da América na década de 50, quando o neuropsiquiatra Dr. John Lilly procurava um meio privação sensorial para a prática da experimentação psicossomática, no National Institute of Mental Health. (ver mais)

 

Este website usa cookies para melhorar a experiência do utilizador Mais informações Eu aceito